quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Hello Kitty em liberdade de expressão



pois é... c´est ma vie!

Desde o início da semana estou me sentindo privada do direito de me expressar. Coisas públicas, não posso comentar e muito menos criticar. Por que? Pelo simples fato de que não tenho poder financeiro suficiente pra pagar uma/um advogad@ pra me defender caso eu seja processada por calúnia, difamação, injúria, danos morais...

Me sinto uma Hello Kitty!
Reparem que ela não tem boca!
Ela não fala!

Embora, eu tenha boca, não posso falar. Não posso expressar oralmente ou escrever o que penso, como me sinto ou até mesmo minha indignação quando alguém é corrupto, desvia verba pública, comete crimes, é machista...
Um dos piores sentimentos que já tive aconteceu por esses dias: medo.
Medo de não poder falar.
Medo de não poder expressar o que penso, como e porque penso.
Medo daqueles que têm o poder de me fazer calar!
Medo de ser mal interpretada.
Medo de não achar alguém pra dizer, escrever ou expressar aquilo que tenho medo.
Medo da repressão.
Medo da justiça ser injusta.

Mas, o fato da Hello Kitty não ter boca, não significa que ela não tem pensamentos!
E enquanto ela tiver mãos ela pode desenhar, pintar, escrever.
Enfim, ela pode se expressar.
Droga!
Não posso me sentir Hello Kitty, porque não posso me expressar.
Espera. Eu posso me expressar, eu tenho a liberdade de expressão, mas se eu fizer isto serei punida com um processo.
Então, não posso me expressar.

Bem... quer entender parte do meu medo e da minha angústia... leia, busque e assista o caso do WikiLeaks.

Um comentário:

Joy disse...

estou começando a ter menos medo! não consigo ver gente sofrendo com ameaças!

posso ser processada e acabar numa cela.
posso ser motivo de chacota.
mas, calada... não dá pra ficar!

àqueles que irei criticar: desculpem me por vocês cometerem crimes contra minha pessoa, cidadã, brasileira.